O mês sagrado do Ramadã no Alcorão

15:14 - 2020/04/24

O mês de Ramadan foi o mês em que foi revelado o Alcorão

o mês do perdão, clemência e obidiencia a Deus, o Altíssimo

O mês de Ramadan é o nono mês dos doze meses lunares do calendário islâmico (Hégira1 ), os quais se estendem de acordo com a duração das quatro fases lunares.

Entretanto, Deus, o Altíssimo, dignificou o mês de Ramadan e o privilegiou sobre os demais mêses em diversas particularidades, por exemplo, nele revelou ao Profeta Mohammad (S.A.A.S.) o Alcorão Sagrado, na noite de “Al-Qadr”, ou seja, “do Decreto”, e fez com que fosse melhor do que mil mêses. No mês de Ramadan, Deus determinou o jejum a Seus servos, desde a alvorada até o pôr do sol, como uma obediência ao Senhor do Universo.

Deus Supremo, revelou conforme Seu Livro Nobre, o Alcorão Sagrado, os seguintes versículos referentes ao jejum:

 

Deus disse no Alcorão Sagrado na surata al-Baqara (A vaca) capitulo 2:

“Ó crentes, o jejum vos foi prescrito, assim como fora prescrito aos que vos antecederam, quiçá vos absterdes (183) Jejuareis determinados dias; porém, quem de vós não cumprir jejum, por achar-se enfermo ou em viagem, jejuará, depois, o mesmo número de dias. Mas quem, só à custa de muito sacrifício, consegue cumpri-lo, vier a quebrá-lo, redimir-se-á, alimentando um necessitado; porém, quem se empenhar em fazer além do que for obrigatório, será melhor. Mas, se jejuardes, será preferível para vós, se quereis sabê-lo (184) O mês de Ramadan foi o mês em que foi revelado o Alcorão, orientação para a humanidade e vidência de orientação e Discernimento. Por conseguinte, quem de vós presenciar o novilúnio deste mês deverá jejuar; porém, quem se achar enfermo ou em viagem jejuará, depois, o mesmo número de dias. Deus vos deseja a comodidade e não a dificuldade, mas cumpri o número (de dias), e glorificai a Deus por ter-vos orientado, a fim de que (Lhe) agradeçais (185) Quando Meus servos te perguntarem de Mim, dizelhes que estou próximo e ouvirei o rogo do suplicante quando a Mim se dirigir. Que atendam o Meu apelo e que creiam em Mim, a fim de que se encaminhem (186) Está-vos permitido, nas noites de jejum, acercar-vos de vossas mulheres, porque elas são vossas vestimentas e vós o sois delas. Deus sabe o que vós fazíeis secretamente; porém, absorveu-vos e vos indultou. Acercai-vos agora delas e desfrutai do que Deus vos prescreveu. Comei e bebei até à alvorada, quando podereis distinguir o fio branco do fio negro. Retornai, então ao, jejum, até ao anoitecer, e não vos acerqueis delas enquanto estiverdes retraídos nas mesquitas. Tais são as normas de Deus; não as transgridais de modo algum. Assim Deus ilucida os Seus versículos aos humanos, a fim de que O temam (187)” (C. 2).

Da Orientação do Islam XII
O Jejum no islam

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
Fill in the blank.
O Único Caminho Da Salvação