Moharam e Ashura em diferentes nações

10:25 - 2019/09/23

Sinezani (golpear-se o peito) é uma das cerimônias mais comuns e tradicionais de luto que são realizadas pelo Imam Hussein (P) e para outros Imames, que é realizada junto ao Nohe khani. Em todas cidades e diferentes aldeias do Irã se realizam reuniões de luto no mês de Moharam onde se prática sinezani um pouco diferenciada .

Coumprimentos cordiais a todos vocês estimados ouvintes da Voz Exterior da República Islâmica do Irã estamos a seu serviço com mais um programa da série os rituais de Moharam e Ashura em diferentes nações. Este programa dedicado a cerimônia tradicional de sinezani.
Sinezani (golpear-se o peito) é uma das cerimônias mais comuns e tradicionais de luto pelo Imam Hussein (P) e  outros Imames, que se realiza junto com o Nohe khani. Em todas as cidades de  diferentes aldeias no Irã se realizam  reuniões de luto do mês de Moharam onde se prática sinezani  um pouco de diferenciado . As pessoas de luto que golpeiam seu peito, nomeado de “sinezan”. Estas têm que se golpear no peito de maneira coordenada com  outras pessoas do grupo que o realizam e ao ritmo das canções de nohe. Os sinezanan  marcham em filas arranjadas e em grupos, todos de rigoroso luto, e nas mesquitas e lugares religiosos se formam um círculo e, com uma coordenação especial em uma só voz, golpeiam-se no peito e dizem “Óh Hussein” seguindo harmoniosamente o guia do grupo que canta o Nohe entoando as poesias sobre a tragédia de Karbala.
Em algumas zonas do Irã, o método de sinezani é diferente e vai das mãos de ritmos e sons. Neste programa vamos conhecer a cerimônia de sinezani em algumas partes do Irã. Na província de Ramian, no norte do Irã, desde o passado realiza-se a cerimônia chamada “sinezani kamar bê kamar (golpear-se o peito de cintura a cintura). A eleição desta forma especial entre os gêneros de Ramian indica sua crença sobre a dor de Wilayat de Hazrat Ali (que a paz esteja com ele) e  outros onze Imames, que neste caso de modo simbólico se realiza  marchando ao redor da praça do Imam Ali nesta cidade.
A cada ano, no dia dez do mês de Moharam, as cerimônias religiosas em forma de grupos enlutados cada um pertencente a um bairro se movem da praça central de Ramian para a praça do Imam Ali e neste lugar executam o sinezani cintura a cintura. Nesta cerimônia, as pessoas de luto em sinal de obediência de seu líder vestem-se com mortalhas brancas e verdes. Na manhã da cerimônia de Ashura,  junto com outros eventos, tais como o uso da palma de tâmara , a recreação da caravana de Hazrat  Zeinab (cumprimento seja para ela), levantamento de “alam” —(bandeira de metal) um símbolo do líder das planícies de Karbala,  Hazrat Abulfazl Abbas— e um cavalo branco em lembrança de “Zolyanah”, o cavalo do Imam Hussein, os grupos em frente  gritavam “hoje é Ashura, aqui está a multidão de Karbala”.
O Conselho Supremo do Patrimônio Cultural e intocável do Irã, está registrado na lista da herança espiritual,  esta  cerimônia titulada “sinezani kamar bê kamar”  de Ramian como o número 1157 na lista das obras nacionais do Irã.
Há um tipo  de “sinezani vahed” (golpeio do peito único) nas províncias de khuzestan e Busher , no sul do Irã,  que  contém um longo historial. Neste tipo de sinezani, os carpideiros  estabelecem-se formando um círculo e com a mão esquerda tomam a cintura da pessoa que está a sua esquerda e com a mão direita golpeiam a seu peito enquanto vão girando lentamente.  O nohe adequado para este tipo  de sinezani é o chamado nohe de Bushehr.
As pessoas começam este rito pouco a pouco e após que se toca  (dois instrumentos musicais). À princípio uma pessoa denominada “pishkhan” começa a entoar o nohe até que pouco a pouco as pessoas se reúnem de forma de um círculo. Os  sinezanes  juntamente com  um movimento rítmico dos pés, giram ao redor do pishkhan e em o coro respondem o que o pishkhan diz. No geral, quando cantam juntos o nohe não se golpeiam o peito.
Após entoar quatro ou cinco nohe, o sinezani chega a seu auge e o nohekhan após uma pausa de 10 a 12 golpes diz “vahed” que indica uma ordem para os que estão realizando sinezani e todos se afundam em um entusiasmo e atração especiais. A unidade e a uniformidade das pessoas , a honestidade e a empatía indicam a solidariedade da reunião e tudo isto mostra sua devoção , vontade e amor com respeito ao acontecimento sangrento de Karbala e a seu líder, o Imam Hussein.
“Yazle” também é um dos costumes antigos do povo da província de Bushehr durante os dias de Moharam  que é executado de uma maneira particular e sensacional. A maneira que se realiza é assim: as pessoas tomam a cintura da pessoa que vai à frente formando um trem  e com o ritmo de um cantico especial avançam passo a passo sem problemas. Nesta cerimônia de luto, após cruzar uma distância e pé vão formando um círculo e seu corpo levam-no para o centro e ao ritmo de “yazle” iniciam o sinezani. As poesias e os canticos trágicos de Nohe que se narram nesta cerimônia dependem do tempo, isto é, são uns para tasua e outros para ashura.
A cidade de Limpam é famosa por sua cerimônia de sinezani. Desde há vários  anos, na tarde do dia 8 de Moharam, milhares de carpideiros marcham desde o grande Hosienieh de Limpam para o mausoléu de Ibrahim na cidade.
É conveniente saber que além dos cidadãos, um grupo de pessoas das províncias que falam o dialeto azerí e vizinhos do país  Azerbaijão viajam para Limpam para participar nesta cerimônia singular.
Nestes dias, em Limpam destacam as doações, incluindo vários milhares de ovelhas que são sacrificadas recreando uma cena interessante. No caso de sinezani de Limpam, ao invés de outras zonas não se formam grupos mas só destaca uma multidão de pessoas carpideiros que susurran os nohes antigos e novos ao mesmo tempo em que se golpeiam o peito.
Em Shiraz, há um tipo  de sinezani especial chamado “qatari” que ainda hoje se realiza em algumas mesquitas e hosienieh ainda que de forma esporádica. Este sinezani  executa-se em forma de torque. Isto é, ao princípio, a pessoa que participa na cerimônia está de pé, dá dois passos e depois se golpeiam no peito dizendo  “Hussein”. Depois na metade do sinezani, as primeiras pessoas são as últimas porque movem-se em forma contrária quando a primeira chega a ser  última se encerra  o sinezani.

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
Fill in the blank.
O Único Caminho Da Salvação