O Islam e a Democracia Moderna

08:08 - 2019/03/18

O Islam, como mensagem divinamente revelada para a redenção do gênero humano, abrange as diretrizes necessárias para o homem em todos os aspectos de sua vida. O sistema político e social do Islam é uma dessas diretrizes que Deus, Exaltado seja, concedeu a humanidade para o seu bem-estar. Ele (Deus), que detém o conhecimento supremo sobre todas as coisas conhece a natureza humana e, portanto, orienta sua criação para o melhor. Com base nesta autoridade de diretriz divina o sistema político e social do Islam não se confunde com nenhum dos regimes políticos e ideologias criadas pelo homem no decorrer dos tempos.

O sistema islâmico

O Islam não prescreve uma sociedade totalitária, ou seja, os valores democráticos da cidadania, da participação política e das liberdades individuais fazem parte do estado Islâmico, porém, esses valores estão presentes de modo diverso da concepção que a democracia ocidental moderna tem sobre esses valores.
É possível compreender esta diferença se reportarmos a origem da Democracia ocidental Moderna. Essa ideologia surgiu como um movimento laico que preconizava a separação do Estado e da religião. A democracia moderna, portanto, não reconhece a autoridade da religião e nem dá a esta a posição de fonte da Lei autêntica. Ela afirma que a vontade da maioria, através de um sistema representativo deve dar origem a Lei e a ordem social.

Quanto a concepção de liberdade, a democracia moderna a elege como um princípio consagrado onde o indivíduo só tem limites nas leis que o estado adote. O Islam por sua vez declara que o Estado e a Lei devem se fundamentar na Religião e esta é a única fonte autêntica tanto de um como de outro.
O consenso da maioria por si só não pode ser tomado como medida justa e confiável, e por isso mesmo a vontade popular também está submetida à lei divina, não tendo pois autoridade sobre ela.

O sistema islâmico procura instituir uma virtuosa sociedade e desta maneira ganhar o beneplácito de Deus. Reconhece os direitos e não a imposição mediante à força como a base de uma vida social. A hostilidade é inaceitável e as relações devem ser baseadas na crença, no amor o respeito mútuo, a ajuda e o entendimento em vez de ser no conflito ou apenas mover-se por interesses pessoais. A educação social estimula às pessoas a seguir ideais nobres e a esforçar-se em pró da perfeição, não só tornando realidade seus próprios desejos. O direito chama à unidade, a virtude proporciona ajuda mútua e solidariedade. E a crença assegura a irmandade. E ademais se anima a alma a chegar à perfeição trazendo a felicidade para ambos mundos, tanto aqui como no além.

A despeito de todos os desafios a construção de um Estado Islâmico em países de maioria muçulmana deve ser compreendida como um objetivo autêntico e um direito dos muçulmanos. O período imperialista marcou um profundo processo de destruição da identidade espiritual dos povos Islâmicos a ele submetidos. Os efeitos nocivos desse período se fazem presentes na grande maioria dos países muçulmanos.

Plain text

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <span> <blockquote> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <br> <hr> <h1> <h2> <h3> <h4> <h5> <h6> <i> <b> <img> <del> <center> <p> <color> <dd> <style> <font> <u> <quote> <strike> <caption>
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.
Fill in the blank.
O Único Caminho Da Salvação